Quais problemas eu percebo na Costa Rica?

(Problemas que eu percebo e que muitos amigos brasileiros compartilham da ideia)

Muitos me perguntam sobre como é viver na Costa Rica, salário, custo de vida, etc, etc. Mas, esquecem de perguntar dos problemas reais que também existem por aqui, é sempre bom lembrar que não só o Brasil tem problema, não é mesmo? E que a Costa Rica para quem vem trabalhar é bem diferente para quem vem tirar férias. Então, alerta!

Bem, quando você chega em um país novo para viver, muitas impressões iniciais são logo tomadas por impressões secundárias… sempre é uma mudança de visão sobre o lugar, porque sua relação com o país vai mudando gradativamente a medida em que você tem maior propriedade do novo idioma, mais contato com os locais, melhor compreensão de como funciona os sistemas públicos e claro, cada dia vai agregando uma nova experiência.

Logo que cheguei aqui lembro que fiquei horrorizada com o centro de San José, com certeza não é meu lugar favorito no país, mas já aprendi que tem lugares bonitos de se conhecer, que há cantos mais aconchegantes e que nem tudo é péssimo.

Acredito que o maior problema da Costa Rica na zona metropolitana seja o trânsito, ou a falta dele, porque realmente é bem difícil circular em horários de pico e tenho a impressão que sempre é horário de pico e ás vezes eu dou sorte. O grande problema é que o país tem crescido muito em termos de população e carros, mas as avenidas e ruas ainda são as mesmas. Não existe rotas alternativas na maioria dos caminhos e é comum gastar mais de uma hora para distâncias curtas de 10 km, por exemplo.

Esses dias tive um insight interessante que comparei os brasileiros aos ticos: nós brasileiros já nos acostumamos a viver com violência nas ruas e os ticos já se acostumaram a ficar presos no trânsito, ou no termo local, presos na presa. Ou seja, dessa forma, as pessoas fazem piada da presa, mudam os horários de saída, se adaptam…seguem vivendo assim.

Além disso, a maioria das vias são mal sinalizadas e a lei do “mais esperto” impera em todos os motoristas. Absolutamente o trânsito é bem caótico, pessoas estressadas e semáforos que não funcionam. Bem, isso junto não pode dar boa coisa.

Mas, porque será que tem tanto carro? AH claro, o transporte público é péssimo. Os ônibus demoram muito tempo para passar, para terem ideia o ônibus que passa perto da minha casa de Heredia a San José que é um trajeto de menos de 10km passa somente de uma em uma hora, em dia de semana. Final de semana é aquilo, rezar para Deus e todos os santos ou desistir dos ônibus. Existe um trem também que só funciona em horário de pico e passa por dentro da cidade, ou seja, não tão rápido e não ajuda as pessoas que precisam dele em outros horários. Além do que, cada rota é feita por uma empresa privada, preços são diversos e a qualidade nos ônibus é extremamente baixa.

Outra coisa que não seja a ser um problema, mas que eu estranho muito é a quantidade de caminhões por aqui. E são baita caminhões, andando rápido em ruas que preciso atravessar sem sinalização (!). Tenho dito que no Brasil eu tinha medo que surgirsse uma moto a qualquer instante enquanto estivesse atravessando, já aqui, tenho medo que surja um caminhão!

Estradas: sinceramente eu já tinha me preparado para o pior, porque muitos dos comentários da Costa Rica são sobre as estradas, algumas são sim melhores e outras são bem ruins e somente um carro alto resolve. A grande maioria é mão simples e muitas curvas e ladeiras, ou seja, acabou a diversão de andar a 80km/h na estrada porque é quase impossível. Por conta disso, trajetos de 130km podem durar 3h30m (história real de Heredia a Monteverde). Outra dica importante é: quanto pior a estrada está ficando, mais perto você está chegando do seu destino, já que a maioria dos destinos mais lindos do país, são em lugares muito remotos e super conservados em sua natureza total, ou seja, os buracos, irregularidades, animais pelo caminho são bem facilmente encontrados.

Com certeza, precisa muuuuuita paz de espírito para dirigir na Costa Rica, então, pense bem antes de fazer isso aqui.

Atendimento ao cliente. Lembram da filosofia Pura Vida né? Então, isso vale para os atendimentos também. Tudo é muito sossegado, calmo e qualquer pequena coisa que você precisa fazer pode levar horas. As pessoas são muito atenciosas, mas elas possuem um ritmo que eu, gaúcha arretada, realmente não consigo acompanhar. O bom que o contrário é verdadeiro, se você esquece algo que precisava ter levado, é algo como, venha outra hora… sem estresse, Pura vida! 😉

Outra questão que não seja a ser um problema, mas é um comentário útil de ser feito é que a maioria das pessoas possuem um pensamento de interior, sim, o país é pequeno, as províncias são pequenas, mas, mesmo assim, as pessoas defendem seu bairro e cidade (mesmo pequena) sempre como sendo a melhor. E mesmo com as distâncias muito curtas, há pessoas que veem diferenças entre uma província e outra, é como comparar uma grande área metropolitana do Brasil em suas diferentes cidades. Para mim, não há nenhuma diferença e algumas vezes essa postura de interior e muito bairrista me incomoda um pouco.

E sobre machismo, bem, o país é extremamente machista, e sinto que o Brasil já avançou mais do que a Costa Rica nisso. Mas, sigamos em frente, na luta por dias melhores.

A Costa Rica também é o país mais caro da América Central e sim, é realmente muito caro viver por aqui. E isso pode ser um grande problema se você não tem um salário razoável.

Para terminar, diria que outra coisa bem diferente que talvez seja um problema, ainda mais quando você precisa de transporte público é que poucas regiões da área metropolitana têm o que se pode chamar de comodidade, com tudo perto. As facilidades são muito concentradas em poucos pontos e é preciso se deslocar muito para chegar em um bom restaurante por exemplo. O país ainda é bem espalhado, com pontos chaves e outros pontos bem residenciais, com opções quase nulas de diversão, como restaurantes e bares. Nem preciso dizer que os pontos chaves são mais caros de se viver né.

Bem, cada país tem sua particularidade e esses são os problemas que mais me tocam, sendo que isso pode mudar com a duração dos meus dias por aqui. Se você também vive na Costa Rica, diga os problemas que você vê também, aqui nos comentários. E, se você, está no Brasil se perguntando se vale a pena viver aqui, bem, avalie se esses problemas são suportáveis, porque todos os países têm suas questões a lidar.

Agradeço a visita e a leitura!

Bruna Costa.

4 comentários Adicione o seu

  1. Ivar disse:

    Muito bom seu texto, passa uma boa ideia de como são as coisas por aí. E vcs como estão?, espero que bem, aproveitem bastante, abraços.

    Curtido por 2 pessoas

    1. Que bom que gostou!!! Estamos bem, tudo se encaminhando melhor agora. Esperando visitas queridas de nosso estado. Abração

      Curtir

  2. oi Bruna!

    mais uma vez te parabenizo pelos teus textos. Teu blog nos ajudou muito quando decidimos passar nossas férias na Costa Rica, por tantas informações úteis e interessantes que voce publica, a e agora, já de volta ao lar, revivo nossa experiencia através do que voce escreveu.

    realmente, as condições do trânsito são as piores que se pode ter, sobretudo se se pensa num país em que o turismo tem um peso tão importante na economia e tudo é tão caro. Estar dentro de um veículo na Costa Rica não é só vivenciar o ‘desconhecido’, mas passar por um estresse contínuo. Mesmo de férias, tal situação é muito desgastante. Imagino o que deve ser para quem mora aí e tem que enfrentar a buraqueira e o caos diariamente!

    concordo com voce: quem pensa em se mudar para a Costa Rica precisa estar preparado para isto. Ou…comprar um helicótero, né?

    no mais, trata-se de lindo país, com gente simpática e solícita, e adoramos nossa viagem.

    parabéns por este texto, por favor não pare de escrever!
    abraço,
    Touché

    Curtido por 1 pessoa

  3. Obrigada Touché, vou tentar trazer mais novas informações e textos fresquinhos, beijo grande!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s