Vulcões da Costa Rica

Saí do Brasil entusiasmada com as praias da Costa Rica. Mas nos primeiros meses aqui estou descobrindo mais os vulcões. E é bem animador visitar um vulcão já que no Brasil não existe. E aqui, nessa extensão de terra que é metade do nosso RS, há cerca de 120 vulcões. Vou escrever sobre os vulcões que visitei até agora, com informações úteis e também com as minhas percepções.

1.Vulcão Poás

Esse vulcão fica na Província de Alajuela que faz parte do GAM (Gran Area Metropolitana). As recomendações para visitar é ir bem cedo para poder ter uma melhor visibilidade, mas, apesar de termos chego antes do Parque abrir, tivemos que esperar até quase 10h para poder ver o Vulcão. Então, não entendi bem essa recomendação de chegar cedo.

No parque, há uma cafeteria e uma loja de souvenirs. Depois, há somente natureza. Tem uma trilha de uns 60 minutos dentro da Floresta para chegar na Lagoa dos Botos e o cráter principal do Vulcão é próximo da entrada do Parque, como 15 minutos caminhando depois de passar o prédio da cafeteria. Minha dica é que você ligue antes de ir para ver se naquele dia terá visibilidade. Quando chegamos, não tinha, mas entramos mesmo assim e tivemos a sorte de que depois as nuvens se dissiparam e pudemos ver perfeitamente o Vulcão e o Lago. E tive notícias dos costarriquenhos daqui que eles nunca conseguiram ver o Vulcão bem, então eu considero que tivemos muita sorte.

Para quem for visitar, na página do Facebook há todos os dias atualizações sobre o tempo e como está a visibilidade:

FanPage Oficial Vulcão Poás

IMG_7690IMG_7700IMG_7706IMG_7708IMG_7710IMG_7735IMG_7808IMG_7811IMG_7834IMG_7861IMG_7873

2. Vulcão Barva

O Vulcão Barva fica na Província de Heredia, no cantón de Barva. Também faz parte do GAM. Da nossa casa, que fica em Heredia, é bem perto. Para ir, pegamos um ônibus em Heredia Centro até o Centro de Barva e depois pegamos um táxi. Há um ônibus que deixa no começo da trilha para o parque, mas como fomos em um domingo, tem poucos horários desse ônibus e acabamos perdendo o horário que tinha, então, fizemos essa opção. O Vulcão Barva não se consegue ver o Vulcão como os outros, mas o passeio é muito legal. Dessa vez, fomos bem corajosos e subimos 8km a pé até a entrada do parque e andamos mais uns 4km dentro do parque. Depois, fizemos o caminho de volta até embaixo. A subida é bem íngrime, mas eu recomendo o passeio pela vista que é simplesmente íncrivel. Aqui na Costa Rica é fantástico que mesmo estando muito perto da nossa casa, só de subir e entrar na floresta fechada, o tempo muda completamente. Pegamos garoa, sol, calor e frio. Se você não quiser andar tanto, pode subir até a entrada do parque de carro e caminhar só dentro do parque. Infelizmente, no dia que fomos, havia muita névoa e não conseguimos ver a Lagoa. Subimos até uns 2400 metros de altitude, foi realmente uma experiência que nunca tinha vivido e que com certeza, repetiria. Na entrada do Parque há uma barraca com comidas bem típicas daqui, mas dentro do Parque não tem nenhum lugar de alimentação. Recomendo você a levar seu lanchinho e bastante água.

Para completar nosso dia de caminhadas, quando chegamos ao final do trajeto, comemos um Chifrijo (chicharrón com frijoles) muito gostoso que fica bem no começo da subida (quando faltam os 8km até o parque). O ônibus para bem na frente desse restaurante. Vale a pena experimentar!

07_02_2016_vulcao_barva - 2
Esse é o ônibus que leva até mais perto da entrada do Parque

07_02_2016_vulcao_barva - 607_02_2016_vulcao_barva - 907_02_2016_vulcao_barva - 1007_02_2016_vulcao_barva - 1507_02_2016_vulcao_barva - 3507_02_2016_vulcao_barva - 5507_02_2016_vulcao_barva - 8107_02_2016_vulcao_barva - 8707_02_2016_vulcao_barva - 9707_02_2016_vulcao_barva - 120

3. Vulcão Irazú

Esse Vulcão é o mais alto da Costa Rica, com quase 3500 metros. Vulcão ativo como o Vulcão Poás, fica na Província de Cartago. O Irazú é bem diferente dos outros acima porque não tem Floresta bem perto e tem uma grande extensão de areia vulcânica. Quando fomos, estava com bastante visibilidade. Esse vulcão foi o mais fácil em questão de caminhadas porque tudo é bem próximo. Tem uma loja de souvenirs no parque que vende algumas comidas como snacks. Na entrada no parque tem uma barraca com comidas típicas e eu recomendo muito que você compre os chips de plátanos que são artesanais e muito deliciosos.

IMG_8074IMG_8081IMG_8086IMG_8092IMG_8094IMG_8113IMG_8120IMG_8167IMG_8180IMG_8199IMG_8204IMG_8235

————————————————————————-

Dicas gerais para visitar os vulcões:

*Sempre leve uma roupa para baixa temperatura. Mesmo que esteja um dia super quente. Os vulcões são bem altos e muda completamente a temperatura lá em cima.

*Vá com sapatos confortáveis, melhores são tênis de caminhada/corrida.

*Leve sempre água e um lanchinho rápido com você. Não espere grandes estruturas de alimentação nos parques.

Agradeço tua visita por aqui 🙂

Bruna Costa

1 comentário Adicione o seu

  1. oi Bruna, legal!
    super informativo, estamos ansiosos por ver estas belezas pessoalmente!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s